quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Mudança Parte Um

Olá Pessoas bom dia!!!!
Quando crianças sonhamos em mudar o mundo, quase todas as crianças têm este pensamento ao menos uma vez na vida. Daí à medida que vamos crescendo e assumindo as responsabilidades de adulto a imensa maioria , aos poucos, vai perdendo a capacidade de pensar coletivamente e, passa a ter outros tipos de objetivos. Outros tantos até mantém o sonho, mas o deixa de lado, afinal é humanamente impossível mudar o mundo. Paaaaaaara tuuuuudoooo!!! Precisamos sim e, urgentemente mudar isso aqui e não é uma missão impossível! Acredite! Te digo como:
O primeiro passo para tornar o mundo um lugar melhor é mudando a si próprio,quebrando velhos paradigmas que te prendem ao "eu não posso", "eu não consigo", "ninguém me ama", "e se..." e tantas outras afirmações que maquinamos na mente o dia todo e nos prendem ao limbo dos desgraçados, e derrotados prestes a cair numa profunda depressão. Ninguém merece estar em tal situação, por isso vou contar a minha própria experiência. Faz alguns anos que estou nesta jornada de mudança de paradigmas, mudando a mim mesma para fazer algo de bom para os demais e, consequentemente, melhorando o mundo a minha volta. E, graças a Deus, tenho alcançado excelentes resultados e, como o que é bom tem que ser compartilhado, vou dividir esta minha experiência: Anos atrás eu, aparentemente, estava bem, mas dentro de mim, no âmago do meu ser, eu sentia que poderia melhorar e contribuir para algo muito maior. Senti uma necessidade absurda de auto conhecimento, de melhorar enquanto ser humano e de contribuir para algo maior. 
Foi aí que decidi mudar .Antes de mais nada, eu fiz uma análise profunda e crua sobre mim mesma, reconheci minhas qualidades, meus defeitos, meus medos, meus traumas e refleti dentro do que precisava ser mudado. Foi uma decisão difícil, pois acabei futucando feridas que eu pensei que estava curadas, cicatrizadas, mas não estavam, elas sangravam e, engessada com minha vidinha eu ia deixando elas lá. E, em algum momento elas voltavam e eu não era plena, não estava inteira e, se você não está inteiro, não está pleno, não se encontrou verdadeiramente, você jamais irá crescer como ser humano, independente de quão seja grande o seu sucesso profissional, ou os zeros da sua conta bancária, ou sei lá que picas você decidiu chamar de felicidade. Neste tempo, graças a Deus, o universo conspirou para que eu encontrasse pessoas que estavam fazendo o mesmo trajeto para dentro de si mesmas e trocamos experiências, compartilhamos histórias e isso me ajudou e tem me ajudado a seguir em frente. 
E, hoje, após uma longa jornada decidi postar aqui no blog, porque vi que a experiência deu certo, me sinto mais equilibrada, mais feliz e me amo muito mais do que jamais me amei em toda minha vida. Hoje eu cuido muito de mim e, em consequência, agora posso cuidar  do mundo, cuidando melhor das  pessoas ao meu redor.
No próximo post, se você sobreviveu a este, porque sei que são muitos os que dirão que pirei de vez - eu conto o passo a passo desta mudança, darei dicas e ensinarei o caminho das pedras e, para quem se interessar verdadeiramente no assunto, poderemos trocar experiências por email. No próximo post também vou falar sobre um projeto bacana de um amigo especial que está na mesma vibe que eu, mas em um estágio muito mais avançado e, quem se interessar pode participar deste projeto, contribuindo verdadeiramente para a mudança do mundo.
Um dia realmente abençoado!


Nenhum comentário:

Postar um comentário