sábado, 5 de novembro de 2016

POBRES, FILAS E AFNS

Olá Pessoas!!! Gentem tenho que confessar uma coisa a  vocês: pouca coisa me tira do sério como pobre. Isso mesmo, pobre. Detesto gente pobre! Sabe aquele pobre, miserável. E não me refiro a bens ou números de zeros na conta bancária. Me refiro à pior pobreza que o ser humano possa ter: a pobreza de espírito - esta é a pior das misérias humanas, pois é intrínseca na alma do indivíduo. É como diz um provérbio da língua espanhola " Aunque un mono se cubra de sieda, mono se queda". Ou seja: mesmo que um macaco se vista de seda, continuará sendo macaco.
Houve um momento da minha vida que trabalhava em São Paulo ( parece que todo baiano já viveu em Sampa ) e a minha situação era tão precária que eu levava couve e chuchu no lugar da mistura, porque não havia carne para pôr na marmita. Eu dizia aos colegas que era vegetariana. Pena é o pior sentimento que se pode sentir por alguém. E eu nunca quis que ninguém tivesse pena de mim, nem quero. Deus me livre. Mas tem gente que adora chorar as pitangas.
Você pergunta, por pura educação, como está o infeliz e ouve uma ladainha sem fim de problemas intermináveis. Dá vontade de voar no pescoço da ave de mau agouro... Dá vontade de mandar o infeliz tomar onde a pata tomas, mas por educação, mando chorar nos pés do caboclo. Não dou mesmo ousadia, porque sei o quanto pobre adora reclamar.
Agora se tem uma coisa que o pobre gosta mais do que reclamar é de filas. O desgraçado não pode ver quatro pessoas de pé em algo lugar que já vai logo perguntando para que é aquela fila. Quer ver coisa é quando tem inauguração de loja popular ou liquidação de final de ano... neguinho leva cadeira, garrafa térmica, bolacha poca zóio e cadeira e vai dormir na fila que é para ser o primeiro a comprar aquele monte de quinquilharia. Quando eu trabalhava no SAC, o meu setor abria às sete e quando íamos distribuir as senhas, tinha gente que dizia com todo o orgulho que tinha chegado às 4 da madrugada. E, acredite se quiser, não havia necessidade de chegar tão cedo, mas vai dizer isso pro cretino e você é capaz de levar uma surra; vai tirar o orgulho do cão sarnento dizer que foi o primeiro da fila. Isso é o maior troféu pro pobre!
Enfrentar fila é o programa preferido de pobre, porque assim, assim, além de ficar hooooras de pé, ainda terá um motivo para reclamar da própria fila.  
E, por favor, se você se identificou com este post e quer reclamar da Titia, pega a senha e vai para o final da fila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário