quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Sonhos

Eu não posso deixar de escrever sobre uma senhora que conheço há alguns anos, mas não sabia sua idade - só ontem soube que tem 73 anos. Gentem!!! Juro para vocês que não parece. Curiosa como sou, não pude perguntar o segredo de tamanha jovialidade e me encantei com a resposta: " tenho a cabeça na lua, nunca parei de sonhar."
Realmente é o sonho que nos impulsiona, que nos leva adiante e, sobretudo, o que nos mantém vivos. 
A pior espécie de solidão é a solidão a dois ( que prometo falar em um outro post ) , da mesma maneira que a pior espécie de morte é aquela que se morre  em vida e isso acontece quando perdemos a capacidade de sonhar. 
Estamos no início de um novo ano,  época propícia para rever nossas metas, traçar planos e buscar realizar nossos sonhos, seja  ele qual for : uma viagem ao exterior, uma casa própria, um novo emprego, um concurso público, um diploma, uns quilinhos a menos, ou  a mais (por que não?!), encontrar uma pessoa bacana ou se livrar de um relacionamento que não te dá mais prazer. Sei lá, as possibilidades são infinitas... E necessitamos sonhar sempre. 
E não importa qual seja ; não existe sonho grande ou pequeno, assim como também não existe sonho possível ou impossível. Uma vez alguém me disse tudo é possível, o impossível apenas demora um pouco mais para acontecer.
Acredite na sua capacidade sempre e lute pelo que almeja - mesmo que para os outros seja uma bobagem.

"Somos do tamanho dos nosso sonhos" 
 Fernando (maravilhoso) Pessoa



2 comentários:

  1. Quem sonha...nunca envelhece!
    Um 2015 muito feliz. Bj~Graça

    ResponderExcluir
  2. Se você não falha, talvez não tenha sonhos suficientemente ambiciosos!!!

    ResponderExcluir