quinta-feira, 25 de dezembro de 2014


O amor nunca morre de morte natural. Ele morre porque nós não sabemos como renovar a sua fonte. Morre de cegueira e dos erros e das traições. Morre de doença e das feridas; morre de exaustão, das devastações, da falta de brilho.Anais Nin

3 comentários:

  1. Sabe muito...
    Eu diria que todos mudam. Uns por Amor. Outros por falta delw.
    Fica bem. Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Saaabee muiiiitoooo!!!
    Eu diria mais, diria que todos mudam. Uns por Amor. Outros por falta dele.
    E esse texto oculto hein?? Tem que ser do CSI pra conseguir ler. Rsrsrsrs...
    Fica bem, abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Camilinho saudade docê seu trem. Agora não está mais invisível. Rsrsrsrs
    Um xero cheio de saudade.

    ResponderExcluir