quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Eleições 2014

Faço parte de uma geração histórica que pintou a cara para tirar um presidente do poder e assiste atônita aos escândalos de mensalões e, quando pensa que vai dar em alguma coisa, mais uma vez decepciona-se, pois cadeia - de fato, neste país é tão somente para preto, pobre e ladrão de galinhas...
Muitos dizem com orgulho que nunca se investigou tanto, nunca houve tantas CPIs ao que eu me pergunto: Investiga-se mais ou rouba-se muito mais ainda?! A verdade é que investigam, investigam e, invariavelmente acaba tudo em pizza. Somente quem delatou o escândalo foi punido. Parece que recebeu uma punição para servir de exemplo, assim outros pensarão melhor quando for denunciar algum esquema.
Papai e mamãe foram afiliados do antigo MDB, sonhavam com a democracia. O meu mano mais velho, o João foi a primeira pessoa que conheci que vestia a camisa vermelha do PT, queria os trabalhadores no poder. Eu nunca me afiliei, nem vesti camisa alguma e, por muitas vezes me senti uma inútil sem ideal. Hoje me sinto até leve por isso.
Ah, mas Titia, temos que votar que isso e que aquilo e sei lá mais que picas de ideologias do caralho!!! Meu amigo a verdade é que político no Brasil é uma profissão: o cara entra e não quer mais largar o osso. E o povo briga para mantê-los no poder. Se o dinheiro gasto com corrupção fosse investido como deveria, teríamos educação, saúde, segurança e esta terra seria o melhor lugar no mundo para se viver. Entretanto, a saúde é um lixo,  a educação básica está sucateada e a segurança pública nem se fala. O que me irrita profundamente é que mesmo quem está no poder fala em mudanças em melhorar isso e aquilo. Porra!!! Esse povo deve hidratar a pele e se barbear com óleo de peroba, pois vai ter a cara de pau assim, bem longe...
A política, sinceramente, da forma como é feita no Brasil, me dá ânsia de vômito! Me dá urticária. 
Resume-se assim: "Farinha pouca, meu pirão primeiro". O povo? Ah, o povo é um mero detalhe.
Bom dia!

Um comentário:

  1. Oi Tia
    Tamo com sardade...
    Seguinte: Caiu uns livro aberto i lemos o seguinte:
    "...O povo só precisa de pão e circo..." - Esta foi uma política criada pelos antigos romanos, que previa o provimento de comida e diversão ao povo, com o objetivo de diminuir a insatisfação popular contra os governantes.
    ou
    "...Dividir para conquistar.." - Esse conceito foi utilizado pelo governante romano César (divide et impera) e imperador francês Napoleão (divide ut regnes).
    Intão o que isperar de um povo que si acomoda?
    Beeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiijjjjjjjjjjjjjoooooooooooossssssssss

    ResponderExcluir