sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Tenho duas partes
soltas dentro de mim;
Uma é chão, é terra
A outra é ar, é brisa.
Vivo num constante equilíbrio 
entre os pés no chão e 
e a alma ao vento.
Uma parte é a Cida que luta,
a outra é a Cida que sonha... 
Uma parte de mim
acorda cedo todo dia
e cuida das coisas práticas do dia a dia.
A outra é pura poesia,
se alimenta de sonhos
perdidos em palavras
que se criam 
e se recriam em rimas
se reinventam todo o tempo








Nenhum comentário:

Postar um comentário