sexta-feira, 25 de julho de 2014

Os Restos de Mim

Saio por aí
Andando na chuva
Descalça, despida
Vagando no escuro.
Cortando becos,
Pulando muros
Catando no vazio
Os restos de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário