sábado, 27 de julho de 2013

Mundial Paraolímpico


Imagem:Google
Olá Pessoas!!! Semana passada estava caminhando pelas ruas da minha cidade e imaginando o quão é impossível para um cadeirante se locomover pelas calçadas desniveladas e esburacadas. Isso sem falar na total ausência de rampas. E, infelizmente, não ocorre só aqui em Itabuna; é a realidade da maioria esmagadora das cidades brasileiras.
Daí anteontem vi dois atletas paraolímpicos pedindo desculpas ao povo brasileiro por não terem conseguido a tão sonhada medalha de ouro no mundial paraolímpico que acontece em Lyon na França.
Gentem!!! O povo brasileiro tem mais é que se orgulhar desses heróis. Imaginem o que passaram pra chegar até ali. O Brasil não incentiva nem os atletas olímpicos... Aliás, só lembramos que existem outros esportes que não seja o futebol em época de olimpíadas, com exceção do vôlei que está conquistando espaço na raça e no grito. Também futebol e vôlei só dependem de uma bola... 
Se ser atleta neste país tropical é difícil, imaginem então ser paratleta. E o que eles fazem em mundiais e paraolimpíadas não  é tão somente o exemplo maior de superação - é milagre meeeeesmo!!! Basta que comparemos  a história do Oscar Pistorius com a do nosso Alan Fonteles. É igual àquele bordão "Não tem comparação." 
O Brasil sempre alcança as melhores posições tanto em paraolimpíadas quanto em mundiais paralímpicos, porém a divulgação é muito pequena meeeeeeesmo. Neste mundial, por exemplo, estamos na segunda colocação - à frente inclusive dos Estados Unidos. Porra!!! Isso deveria ser um orgulho danado pra nós brasileiros. Mas pouco se fala, pouco se comenta... E eu acho isso uma injustiça do cacete, pois volto a repetir que os feitos desses campeões são verdadeiros milagres.



Nenhum comentário:

Postar um comentário