quinta-feira, 25 de julho de 2013

Desde o início do meu curso que direcionei minhas energias para os usuários do crack e as mazelas sociais. Me sentia totalmente preparada para trabalhar com essas pessoas. Pesquisei, fui à campo e todos os trabalhos até então tinham como base este assunto. 
Daí chegou a época do estágio e, eu que sonhava com o presídio da minha cidade ou com o CRAS, consegui uma vaga em um abrigo de idosos. Sinceramente nunca pensei na possibilidade de trabalhar com idosos, visto que a maior mazela da questão social no Brasil hoje é a violência ocasionada pelo crescimento do uso do crack e era este desafio que eu almejava - adoooooooro desafios.
Agora me vejo num campo totalmente desconhecido e preciso redirecionar todo o meu projeto de conclusão de curso. 
E a vida é assim. Nem sempre as coisas acontecem como gostaríamos, como sonhamos, porém nem sempre o que consideramos bom é  de todo bom. Não acredito no acaso, acredito que há algo maior que nos direciona, nos redireciona e precisamos estar abertos ao novo.
Vou abraçar agora a causa da terceira idade. Vou trabalhar com pessoas que têm uma bagagem de vida, histórias que darão muitos posts interessantes, tenho certeza. Obrigada Papai do Céu pela nova oportunidade.

Um comentário:

  1. Tudo tem seu tempo e talvez seja o tempo de você trabalhar com idosos, nada acontece por acaso.Sucesso pra você, que você merece.Beijos.

    ResponderExcluir