quarta-feira, 15 de maio de 2013

Sobre Palavras e Ódio

Olá Pessoas!!! A palavra tem força, porque se faz verbo - isso é bíblico, não sou eu quem tô inventando - se bem que costumo inventar um monte de babaquices...
Mas é sério. Pensamentos positivos atraem palavras positivas que atraem boas ações e uma porção de coisas boas. Tanto acredito nisso que evito falar palavras como "ódio" e substitui o "se" pelo quando. Tem funcionado.
Ontem parei e prestei atenção no que as pessoas dizem. Gentem!!!É impressionante a facilidade que elas dizem "eu odeio isso, eu odeio aquilo". E coisas simples, viu? Tipo: "eu odeio malhar, eu odeio acordar cedo". Poxa vida, não seria mais prudente substituir o odeio por detesto, ou simplesmente não gosto.
Proferimos tanto esta palavra que é o inverso do amor que ela cada dia mais e mais se torna verbo e vemos jovens explodindo bombas em panelas de pressão, estuprando mulheres em ônibus, jogando braço em córrego, médico matando bebês com tesoura e tantas outras atrocidades mais. 
É a força da palavra!!! Se alguém te fez mal perca a pose e desça do salto:  Xingue, esbraveje, mande todo mundo pra onde quiser, mas evite guardar dentro de si este sentimento tão feio e, consequentemente sair pronunciando seu nome aos quatro cantos  e distribuindo rancor às pessoas que realmente gostam de você. Sem falar que deixará de atrair coisa ruim pra sua vida.
Bom dia!!!

2 comentários:

  1. Pronunciar a palavra ou sentir odio não é bonito, no entanto creio que muitas das pessoas quando a pronunciam não é com o verdadeiro sentido da palavra, é mais, com o sentido de não gostar ou não agradar.

    ag

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, mas mesmo assim é prudente evitar sentir e falar, não é mesmo? Mesmo porque às vezes falamos (com ose diz aqui no Brasil)"da boca pra fora", mas ferimos bem dentro do coração de alguém.
      Um xero imenso pra você, desde a Bahia!!!!

      Excluir