quarta-feira, 3 de abril de 2013

Depressão Parte Dois

Olá Pessoas!!! Vira e mexe e a Titia sempre volta a falar sobre as mesmas coisas, sobre os mesmos temas e por vezes acaba enchendo a paciência. Mas infelizmente coisas chatas acontecem e acontecem de novo e precisamos falar pra que não venhamos a ser engolidos por elas, não é mesmo??
Hoje no trabalho conversei com duas moças bonitas, simpáticas que, por incrível que possa parecer, estão tomando remédio controlado para uma doença que vem atingindo milhões de pessoas mundo afora: a depressão!  
Gentem!!! Acreditem, a doença da alma é o mal do século. Dias desses fui com o bofe visitar umas amigas numa cidade vizinha e fiquei pasma ao saber que o filho de uma delas havia tirado a própria vida, vítima desse terrível mal. Um cara novo, lindo, com excelente emprego num órgão federal que de repente tira a própria vida sem um motivo aparente.  Fiquei assustada!!!
Nunca o homem teve tanto acesso a tantos meios de comunicação , a tantos bens duráveis e a informações, entretanto, a bem da verdade, é que nunca fomos tão infinitamente pobres. Sofremos do pior tipo de pobreza: a pobreza de espírito.
Ligamos a televisão e vemos guerra, morte: bombas no Afeganistão, um louco que agride um motorista e derruba um ônibus em plena Avenida Brasil, uma maluca que mata uma criança de seis anos e tantas e tantas crueldades... são tantas que nem nos assustamos com histórias de braços humanos sendo descartados em córregos como lixo que vemos boiando nos dias de chuva. 
São tantas as tragédias que achamos  tudo muito normal. A desgraça não mais nos choca, porque nos tornamos miseravelmente pobres, infinitamente desgraçados, tristemente desumanizados. Nos dedicamos a juntar bens, a juntar tralhas e títulos e sei lá mais que picas e perdemos nossa essência, nossas verdades. O homem é no seu âmago um ser espiritual, não um ser material. Daí as dores d'alma. Os gritos desenfreados. A angústia... A solidão. A depressão e mais nada



Nenhum comentário:

Postar um comentário