segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Não Escolhi Ser Uma Pessoa Comum

Não escolhi ser uma pessoa comum
é meu direito ser diferente, ser singular, incomum,
desenvolver os talentos que Deus me deu.
Não desejo ser um cidadão pacato e modesto,
Dependendo sempre de alguém.
Quero correr o risco calculado,
Sonhar e construir, falhar e suceder.
Recuso trocar o incentivo por doação.
Prefiro as intemperanças à vida garantida.
Não troco minha dignidade por ajuda de outros.
Não me acovardo e nem me curvo diante de ameaças.
Minha herança é ficar ereto, ativo e sem medo;
Pensar e agir por conta própria e,
Aproveitando os benefícios de minha criatividade
Encarar arrojadamente o mundo e dizer:
ISTO É O QUE EU SOU.
                                                     (Autor desconhecido)




Nenhum comentário:

Postar um comentário