quinta-feira, 7 de junho de 2012

O Crime da Yoki

Gentem!!! Eu tô passada!!! Desde sexta que tô sem net e, confesso, sem tempo de me coçar, pois no sábado foi aniversário do Alê e resolvemos estender nossa diversão até o domingo. De modo que fiquei envolvida nisso todo o fim de semana e na segunda e terça tive as coisas da facu. Sou uma estudante exemplar.
Dá pra acreditar que sequer cheguei perto de jornal, revista e televisão esses dias? Estava alienada. O pessoal do outro lado do Atlântico já sabe do tal crime envolvendo o executivo da Yoki, menos a Titia. Pode??? De jeito nenhum... 
Gentem!!! Pasmei!!! Estou bege!!! Nooooossa!!! Quanto sangue frio da mulher, credo!!! Atirar no cara e esquartejar. O pai da filha dela. Deus meu!!! Vamos analisar friamente. Será que foi só ciúme? Ou será que não tinha outros interesses? Por exemplo, o vil metal. Aqui pra nós: existem pessoas que fazem horrores por dinheiro. Tem muitas que vendem a própria felicidade.É, o vil metal faz coisas que Deus duvida. A grana!!!Pessoas que são escravas do din din. Vivem em função do ter.
Outro fato me chamou a atenção nesse caso: O cara tinha armas em casa por medo da violência, dos assaltos aos condomínios que estão ocorrendo em São Paulo com uma frequência assustadora. Aqui pra nós o cara é burro pra caralho!!! Pra mim é nova, pois não conheço japonês burro. Mas por que burro Titia? Porque meu benhê, arma não dá segurança a ninguém, dá sim uma falsa sensação de poder. O bandido tem um trunfo a seu favor que é o fator surpresa; Ele não avisa quando vai assaltar, portanto a vítima não vai estar de arma em punho esperando o meliante. Compreende, cara pálida?
Já pensou se o ladrão ligasse ou mandasse um e-mail, carta, telegrama ou sinal de fumaça avisando o dia e a hora que ocorreria o assalto? Aí sim, o valentão se prevenia, se armava até os dentes e ficava em igualdade com o assaltante. Mas não é assim que acontece e as armas registradas e nas mãos de gente decente que paga impostos acaba indo parar nas mãos da bandidagem quando estes assaltam as casas dos valentões. Entendeu ou quer que eu desenhe?
Quem compra arma pra se defender acaba invariavelmente, sem querer, fornecendo armas pra criminalidade ou, como no caso em pauta, sendo vítima da própria. 
E ainda tem outro fator que esqueci de falar. Gentem!!! São tantas as crianças que morrem brincando com as armas dos pais, ou que matam amiguinhos sem intenção e ficam traumatizadas pro resto da vida. É algo tão frequente que em Ubaitaba, uma cidade bem próxima daqui ocorreram dois casos destes na década de 80. Conheci todos os envolvidos. Na época eu era bem criança, inclusive um dos que matou foi meu colega de escola até o acontecido, pois após o acidente sua vida nunca mais foi a mesma. Tenho contato com sua família até hoje e sei exatamente do que estou falando. Pra quem não sabe, sou de Maraú, mas vivi minha primeira infância em Ubaitaba, terra da Juliete Costa, minha colega de facu e nossa seguidora.Mas voltando ao assunto: foi uma barra pras famílias e até hoje não se comenta nada a respeito do assunto. Foi enterrado com as vítimas.Entretanto nunca esqueceram, pois tragédias assim marcam a vida toda...
Vemos casos assim todos os dias na televisão, mas nunca pensamos que vai acontecer conosco.Mas acontece. Se você tem uma arma e uma criança dentro de casa, saiba que é um perigo. Criança é um bichinho curioso. É natural. Isso sem falar nos tais crimes passionais...
Precisamos entender que quem precisa de arma é policial ou bandido, claro. Nós simples mortais, precisamos sim, de um bom seguro residencial e de pedir muita proteção a Deus e a todos os santos, começando por São Jorge. 
Quer andar armado? Se arme de amor e de tesão pela vida e pelos seus amigos. Atire alegria para todos os lados. Solte granadas de gentileza no seu trabalho, na sua casa, na sua vida, meu chapa. Faça curso de tiro ao alvo com o Cupido e saia por aí flechando corações desprevenidos com seu charme e seu dengo. É bem mais divertido e garanto que não machuca ninguém, apesar de você correr o sério risco de ser preso. Sério? Preso no coração de alguém. Eita prisão danada de boa,sô!Kkkkkkkkkkk!!!!
Bom feriado prolongado pra todos nós e que Papai do Céu nos proteja de tantas notícias ruins e de tanta violência.
Um xero a todos.

4 comentários:

  1. Oi amiga, saudades de você. Sabe, esse é o mundo em preto e branco que vivemos, uma pena, podia ser só de paz.Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo também tava morta de saudade de você. Sou tua fã meeeesmo!
      Infelizmente as pessoas são movidas por sentimentos egoístas e insensatos. A vida é linda, o ser humano é quem complica.
      Mil xeros!!!

      Excluir
  2. O homem da Yoki, não tinha arma para se defender. Ele era um admirador do tiro e colecionador.
    E crimes como este, acontece todos tempo e não damos a menor importância para esta violência que toma conta do país abandonado.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele era colecionador de armas e um exímio atirador e tinha armas por toda a casa e como disse no texto acima, o fator surpresa não o ajudou. Leia as reportagens acerca do crime. Infelizmente crimes como este acontecem aos montes, entretanto morro levantando a voz contra todo e qualquer tipo de violência, pois sou totalmente contra todo e qualquer ato contra a vida ou a moral humanas.
      Um xeeeero enorme!!

      Excluir