quarta-feira, 16 de maio de 2012

Solte a Imaginação!!!

Olá Pessoas!!! Tem um colega de trabalho que tem mesma faixa etária que eu  e em alguns momentos do dia nos vemos a conversar acerca da infância e da adolescência. Lembramos dos brinquedos antigos. Quem joga o Playstation nem conhece o nosso Atari, oh saudade. E o boneco Falcon? O Ferrorama. O papo vai loooooonge... Passamos por sandálias Melissa, Aquaplay, Playmobil e até lembramos as músicas do Menudo... Eh, época boa!!! Quem viveu jamais esquecerá.
Naquela época a China não tinha infestado o mercado com seus produtos descartáveis frutos de mão de obra escrava e de outros fatores que me recuso a falar, portanto meu amigo, os produtos eram caros, mas duravam viu? Lá em casa, assim como na maioria dos lares brasileiros os brinquedos tinham datas específicas para chegar, era sempre no Dias das Crianças e no Natal!!! Ah,o Natal!!! Eu queria o Agarradinho, meu irmão o Ferrorama , o outro já sonhava com o Falcon e era um tal de escrever bilhetes para o Papai Noel que nem te conto... Os brinquedos duravam anos e até décadas - se a criança não fosse uma Titia da vida.  Tínhamos um cuidado com nossos bonecos, era quase uma devoção...
Dia 12 de Outubro e 25 de Dezembro se reunia aquela meninada e mostrava cada um o seu presente. Brincávamos até cansar.Daí voltávamos pra casa, guardávamos o tesouro junto com os outros dos anos anteriores e a brincadeira durava o ano todo.
Hoje é tudo mais fácil, todavia sem graça. Criança ganha brinquedo é toda semana;basta uma ida ao shopping e já volta com um monte de lixo importado da China que já chega em casa quebrado ou faltando uma bendita pecinha miúda perdida no banco traseiro do carro. Brinca dez minutos, normalmente sozinho e joga o trapo   junto  a um monte de brinquedos socados em armários ou caixas e nem lembra seus nomes, suas histórias, afinal são todos descartáveis.  Lembram quando falei do fast food? Pois é, nem as crianças se salvam. Nem vou falar nada da China, viu? Senão corto meus pulsos com gillette já, já.
Mas voltemos ao passado. Ai!!! Velhos tempos!!! Tudo de bom e mais um pouco... ah, os Natais... Meu amigo e eu costumamos viajar hoooooooras, sentimos até o gosto e o cheiro das rabanadas e do panetone.
A imaginação é algo fantástico,pois conseguimos cantar os jingles que marcaram nossa história. E nos pegamos numa viagem no tempo, nos sentimos com dez anos de novo. Rimos até dizer chega e a hora do café é sempre muuuuuito booooa!!! Os outros colegas não sabem porque nos divertimos tanto, não conseguem entender. Nem todo mundo entende... Fazer o quê? 
Se você é daquela época vai matar a saudade, se não for vai conhecer uma propaganda que marcou a infância de muita gente, inclusive a da Titia aqui , vice?
Tem uma curiosidade acerca deste comercial da Estrela: vovó, a mãe de mamãe, era looooouca por ele. Toda vez que ela ouvia o início do jingle já corria para ver. Eita saudade de vovó!!! 
Um xero!!!

3 comentários:

  1. Todo mundo sente saudades da infância.
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc viu o Cangaia no post que dediquei a ti??
      Espero que tenha gostado,pois foi feito com muito carinho, viu?
      Um xero!!!

      Excluir
  2. Saudade é um sentimento gostoso, pois só temos saudade do que foi bom do que realmente valeu a pena. Adoooooro sentir saudade. E a infância é uma fase maaaaaaaravilhosa, gostei tanto da minha que me recuso a sair dela até hoje,rs.
    Um xero!

    ResponderExcluir