quinta-feira, 17 de maio de 2012

Para Simone Martins

Olá Pessoas!!! Só o poeta sabe definir a emoção de parir uma poesia. Escrever é um exercício sofrido e solitário. Sofrido, porque escrevemos poesias mais quando estamos tristes ou chateados. Solitário não precisa nem explicar. Quem consegue criar com barulho??? Toda poesia nasce no sonho e na solidão, no silêncio... 
Sou muito intensa. Minha arte é cortante,é visceral e torta. Às vezes até meio mórbida. É raro uma poesia de Aparecida Vasquez não ter traços de morte e de dor. À Beira da Maré Vazia é exceção. Escrevi na década de noventa em São Paulo, mais precisamente na Rua Sousa Lima no bairro da Barra Funda. Na época morria de saudade de Maraú, minha terra natal, berço das marés vazias mais belas da Bahia.
Espero que goste Simone Martins, porque é delicada igual você. Por isso te dedico.

 À Beira da Maré Vazia

À meia noite eu escrevia
Versos brancos
Sentada à beira 
Da maré vazia.

No peito, sonhos
De uma alma
Repleta de nostalgia
Das marés de Maraú
Da minha tão amada Bahia

Tristes versos brancos
Refletidos pela lua
Cheia e Nua
Estendida inteira
Prateando com lágrimas
A água salgada
Da maré vazia.

Cida Vasquez

Um xero lindona!!!

Ps: esta foto tirei do Google,mas é lá da minha terrinha, Maraú. Nas férias terei o prazer de postar fotos deste pedaço de paraíso que tanto amo. 


6 comentários:

  1. Que liiiiiiinda a poesia, amei!!! Eu não consigo escrever nada no silêncio, acho que é por isso que quase nunca faço uma poesia (lá no blog só tem uma antiguérrima).
    Muita saúde e paz para você, que Deus lhe abençoe!!!

    Mil Sweetkisses e Salve Maria ♥.♥
    http://www.docesonhodemenina.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou Sheila. Esta eu fiz pra minha terrinha que tanto amo.
    Que Deus te abençoe amiga. Salve Maria!
    Xeeeero!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá, obrigada pla visitinha e a titia sempre a escrever e com imenso talento!Adoro ler os seus textos!
    BJOS............Alice

    ResponderExcluir
  4. Obrigada lindona.
    Um xeeero!!!

    ResponderExcluir
  5. AMEIIII!!! E já levei, aguarde a postagem em breve!!
    To radiante, num momento de extase puro, pois realizei
    dois sonhos, voar de avião e conhecer o Rio de Janeiro.
    Sonho de infancia realizado...Voce é irreverente, linda
    e sinceridade pura, gosto demais disso, gosto demais de voce!
    Não mude e não desista deste espaço e quanto as poesias, voce
    tem talento, devia escrever mais, se não virar poeta, pelo
    menos saberá que algo teu ficou guardado para quem sabe, um dia,
    ser lembrado na historia...Afinal, nunca sabemos não é mesmo??
    Obrigada pelo carinho, querida poetisa que vive escondida em teus
    rabisco, versos tortos, mas lindos demais...Ah, tah! Voce ja mae conhce um pouco e sabe não existir aqui demagogia, nem puxação de saco...é puro e simplesmente, afeição, admiração pelo seu jeito tão direto, franco!! Bjinhos carinhosos...TE AMODORO!

    ResponderExcluir
  6. Lindona a gente tem que aprender a rasgar o verbo, seja para xingar ou para amodorar.Os chatos de plantão podem me chamar de puxa saco algumas vezes ou desbocada outras tantas, mas sentimento é pra ser expressado. Tenho uma admiração imensa por você. Por que não vou dizer isso enquanto tenho a oportunidade. Quantas mães vão desta vida sem ouvir um " eu e amo " de um filho ou semdizer eu te amo? Falo pros meus pequenos e pra minha véia todo dia o quanto os amo. Sou piegas meeeeeeesmo. E também sou mulher o suficiente para abrir o peito e rasgar o verbo!!!
    Quem continuar nos acompanhando ficará de saco cheio tantas as vezes que direi coisas belas e boas pr'ocê e pros outros amigos queridos. E também verá a Titia descendo o sarrafo e descascando o abacaxi em gente ruim. Sou assim intensa...
    Mudando de assunto: tu tá literalmente nas nuvens, hein? Aproveite meeeeeeesmo felicidade é isso. E você merece tudo isso e mais um pouco.
    Vez ou outra vou expor meus versinhos aqui no blog. Até que tô acostumando a deixar de ser poetisa de gaveta.
    Um xero lindona que Deus te abençoe, te ilumine e te inspire!

    ResponderExcluir