quinta-feira, 17 de maio de 2012

KKKKKKKKKKKKKK

Gentem!!! Faz tempo que precisava fazer  este desabafo. Adoro ler e sempre vou a uma livraria famosa aqui na minha cidade e me perco vendo os títulos expostos na vitrine. Outras tantas vezes vou às lojas de departamentos e me perco lendo contra capas de livros. São tantos os títulos, entretanto o que muita gente não percebe é que a maioria deles são de auto ajuda. De bruxos a padres cada um quer ganhar seu quinhão, pois descobriu-se que é uma forma de ajudar sim, a quem escreve e a quem publica. Me desculpe quem gostar desse tipo de leitura, mas não servem pra nada a não ser para ganhar-se grana. A Sextante descobriu isso e não para de crescer. 
Os autores se sentem o máximo. Ensinam de tudo - como ganhar dinheiro, como conquistar um homem,como ser poderosa, como ser líder,como ser o caralho. Sentem-se verdadeiros mágicos, detentores da fórmula da felicidade - como se esta tivesse uma fórmula pronta. Como se a minha felicidade fosse igual a sua. Felicidade é algo muito subjetivo e garanto que só você sabe encontrar a sua. 
Um outro fato que percebo : se vende é porque as pessoas se sentem cada vez mais infelizes, cada vez mais depressivas e carentes. Basta olhar em volta para sentir isso. E sabem por que elas se sentem assim? Porque lhes falta amor. Cadê os romances de amor?
Nas mesmas prateleiras cheias de auto ajuda, encontramos alguns romances de ficção tipo Dan Brown ou aquele lá da trilogia dos vampiros - aquele do filme que tem um lobisomem lindíssimo que roubou a cena, segundo a Dry. Sabem quantos de poesia eu encontrei? Nenhum! Nenhunzinho da silva pra contar história. 
As pessoas deveriam amar mais e chorar menos. Encher suas almas de amor, não de conselhos de uma gente bossal que se sente, como o tal do Augusto Cury que se acha a última bolacha do pacote - e inteira.  Se você quiser perder seu tempo, leia todos os livros dele e verá que são todos as mesmas balelas e após lê-los, verá que não lhe ajudou em nada.  Li vários. Gostei do primeiro Pais Brilhantes Professores Fascinantes, os outros são todos a mesma merda. É minha opinião e,creio que sou uma das poucas que pensam assim, pois muita gente  endeusa este cara. Vão ler Vinícius, Cecília, Clarice, Jorge e Carlos ou então venham aqui e cortem meus pulsos com gillette, porém vou morrer defendendo o amor e as letras, jamais uma pseudo cultura que só serve pra encher os bolsos de certos babacas.
Pronto. Falei.

4 comentários:

  1. KKKKKKKKKKKKKKKKK...Adorei, ri tanto que me deu ate dor de barriga. Falta Amor para que o ser humano entenda a dor e o sofrimento do outro, ou
    então, apenas haja com respeito. Esses livros só servem para virar Best Sellers, na verdade não ajudam em nada. Que rficar bem? Procure conviver mais com os amigos, familia, conversar, confiar e desabafar, tentar ouvir com atenão, os mas velhos, pessoas experientes que realmente poldem te ajudar...Sorrir, se divertir, curtir a vida como deve ser de fato...Agora, falando de poesia...Amoooo! Parece que nos faz viajar nas palavras, em cada verso, de maneira alucinante...Faz bem a alma eo coração. Mas não falo de poesias vendidas como material de consumo, mas daquela que lemos de vez em quando, num blog., ou em outro. Poesias como essas da Titia, saidas de dentro da alma, dos pensamentos embutidos em teu amago, de tua realidade vivida de forma intensa, humana. Amor pela tua Terra, teus amigos, filhos, mas tua canção, tuas palavras...Isso é bom demais para se ler...É vida vivida de forma que nos faz viver! Bjinhos de sua fiel seguidora Simone Martins...Agora, depois de tanta rasgação de seda, desce para o mundo real por favor?? rsrsrs(brincadeira, tudo que escrevi é o que sinto, acredite, sou assim, meio doidinha, quiçá, igual a titia...rsrs. Bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Amiga esse desabafo estava aqui na garganta desta tia há tempos. Menina quando eu vou nos setores de livros ou em livrarias me dá nojo tantos são esses lixos, digo livros, de auto ajuda. Ridículo!
    Te dou toda razão, esse povo tem que sair curtir os amigos e as coisas boas da vida. Vai fazer trabalho voluntário tem tanta gente precisando de amor e de atenção. E é bom também para ver o sofrimento alheio e saber que a terra não gira em torno do próprio umbigo. Falei!!!
    Negona um xero e um excelente fim de semana. Divirta-se!!!

    ResponderExcluir
  3. Verdade esse livros do Como ...Como ser feliz,Como segurar homem,Como ser rico...a gente lê e no final não aprende merda nenhuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura perda de tempo. Se for esperto aprende a não comprar mais.kkkkkkkkkkk.
      Um xeeeeero !!!

      Excluir