sexta-feira, 6 de abril de 2012

Sistema Único de Saúde

Gentem!!! Este blog nasceu de um diário de uma maluca sonhadora e de repente a coisa cresceu tanto... Graças a Deus temos leitores espalhados pelos quatro cantos do mundo . E são leitores fiéis que acompanham diariamente e , agradeço tanto a confiança na minha pessoa.Os meus seguidores então,nem tenho palavras - começou com a Jeane, a Dry e a Mona.  E vieram chegando, hoje só conheço pessoalmente cinco de vocês, o resto são meus amados amigos trazidos pela net, até nos Estados Unidos e em Portugal tem gente nos seguindo.Agradeço tanto a vocês, porque sei que não tenho o talento artístico da Elaine e da Alice, nem a sensibilidade da Simone e da Soninha, nem a poesia do Arnoldo ( as minhas são tortas e viscerais ) e muito menos o charme da Cigana Raicha ou a fofura da Kippy!!! A única coisa que ofereço é minha verdade e o meu carinho a todos vocês. Gentem!!! Vocês que me acompanham sabem que estou mal da garganta faz duas semanas. Tenho postado pouco, visitado pouco - nem à academia tenho ido. mas não faltei um dia ao trabalho.
Estava me sentindo bem melhor hoje de manhã. Fiz uma moqueca baiana pra meus amigos Samu'k e Normicha. Recebi minhas tias. Estava ótima! Mas queridos, depois do almoço senti uma dor de cabeça dos diabos, junto com uma febre de 40º graus e uma tontura dos infernos. Fiquei maus de repente. Do nada!!! Me segurei até às seis da tarde, esperei melhorar, não queria ir ao hospital. Como não aconteceu a melhora, o  Samu'k me levou ao Hospital São Lucas que fica há umas três quadras aqui de casa. Gentem!!! Eu não pago plano de saúde meeeeeesmo, já basta o que gasto com a educação! Não tenho doença crônica, então pago minhas consultas particulares de rotina e quando preciso de atendimento de urgência vou ao hospital supra citado ( chique o termo ) e sou atendida rapidamente. Hoje aconteceu diferente!!! Estou aqui mordida pelo macaco Tião, virada no raio da silibrina e com uma raiva da moléstia. Gentem!!! Quando quero ser boa, consigo no máximo ser razoável, mas meu bem quando quero ser ruim , gentem, sou ótima!!! Estou aqui suando em bicas, meu corpo nem aguenta ficar em pé direito, mas se eu não relatasse o que me aconteceu, seria capaz de morder a língua e morrer com meu próprio veneno. Cheguei no pronto socorro ardendo em febre, tonta e com a cabeça doendo horrores!!! Não mediram minha temperatura em nenhum momento e me aplicaram Dipirona na veia sem ao menos perguntarem se sou alérgica ao medicamento e o mais grave ainda está por vir: Estava tonta demais e fui me arrastando pelas paredes sem aguentar ficar de pé, passavam vários enfermeiros e nenhum me ofereceu ajuda, quando por fim uma acompanhante ou paciente, sei lá, me ajudou a chegar à sala de medicamentos, o técnico em enfermagem de nome Erivaldo Ferreira, apelidado de Neném, mandou que ela me soltasse, pois eu não estava tão mal assim. Gentem!!! Quem é a infeliz criatura que em sã consciência vai a um pronto socorro em pleno feriado na sexta? Pode?Também sou funcionária pública e graças a Deus nunca atendi um usuário dos meus serviços mal e sabem por que? Simplesmente porque pedi muito a Deus que passasse num concurso público; passei e esperei quatro anos para ser chamada. Todos os dias agradeço a Papai do Céu o emprego que me deu,pois naquele dia Ele guiou minhas mãos e meus pensamentos e disse: Vai filha, o emprego é teu! Amo o que faço e a área que me escolheu. E,mesmo que não gostasse do serviço, jamais descontaria minhas mágoas em quer que fosse. A pessoa tem que dignificar seu trabalho seja ele qual for, independente do salário que recebe, pois é através dele que ganha o pão de cada dia. Se tá descontente caralho, pede demissão e procura outro. Principalmente quem lida com a saúde pública e atende a população carente; tem que gostar de gente! Ninguém está ali pedindo favor a FDP nenhum: pagamos o imposto mais caro do planeta. E o direito à saúde está na Constituição e é dever do Estado. 
Tô tão revoltada que não podia esperar para amanhã. Estou suando em bicas, ainda meio grogue, mas precisava postar isso aqui.A médica, a doutora Joanne Nunes de Souza,  CRM nº 18467,não gastou dois minutos do seu precioso tempo com a Titia aqui. Mal olhou na minha cara. É assim que a maioria dos profissionais de saúde tratam o pobre nesse brasilzão afora. E nem todos tem um blog para descer o sarrafo e lascar lenha,muitos nem têm acesso à rede !!!
Os profissionais que estavam hoje de plantão no Hospital São Lucas, na cidade de Itabuna na Bahia , estavam descontando sua ira  em trabalhar no feriado nos pacientes; assisti muitos desmandos  lá,enquanto estava em observação. Nem queiram saber. Felizmente encontrei duas almas boas, as técnicas em enfermagem Lucineide e Daniele, esta última, inclusive grávida e tratando todos muito bem.
Gentem!!! Vocês, funcionários públicos, não precisam tratar seus usuários com carinho, porque infelizmente nem todos sabem ser carinhosos, contudo tratem com respeito , sobretudo os que trabalham na área de saúde. Uma pessoa quando vai a um pronto socorro ela está atrás do seu bem mais precioso que é a saúde - não tirem dela também sua dignidade!!! Lembrem-se que você é funcionário público , mas amanhã será um usuário do serviço público também, trate da forma que gostaria de ser tratado. Enfim, os cidadãos, humildes ou não , são nossos patrões. 
Desculpem se tiver algum erro, ou se não consegui expressar direito o meu ponto de vista, como já falei, realmente não estou nada bem. Mas como diz o ditado: vaso ruim trinca,mas não quebra. 
Ah, outra coisa: não me deram nenhum diagnóstico do que eu tenho. A dor de cabeça continua e a febre também, bem fracas, mas recebi alta assim, sem passar de novo pela médica para saber se de fato estava melhor.
Vou procurar o e-mail  da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, que é responsável pelos profissionais do tal hospital, copiar esta postagem, colar e enviar uma cópia para o diretor. Possa ser que ele não faça nada, mas deixo registrada a minha indignação e o mundo está sabendo o que passei na tal instituição. 
Um xeeeeeero !

Nenhum comentário:

Postar um comentário