sexta-feira, 9 de março de 2012

Ex e Filhos

Gentem!!! Tem um ditado que diz que casamento é igual a Avenida Paulista: Começa no Paraíso e termina na Consolação - quem conhece São Paulo sabe que a Paulista vai do Paraíso à Rua da Consolação. Verdade. Todo começo é lindo! Meu bem pra cá, meu bem pra lá. E no final,meus bens pra cá e pra cá e pra cá. Quem já passou por um fim de um casamento sabe o quão é difícil pra ambos a situação, principalmente quando envolve filhos, daí o que já é horrível, consegue ficar horrorosamente pior. Ontem eu estava conversando com um amigo e ele se queixava da ex, estava deveras pensativo com uma audiência que tem semana que vem referente a revisão de pensão. Normalmente o homem acredita que dá demais e a mulher sempre considera que recebe de menos e por aí vai. Eles hoje se odeiam. Se falar com ele com certeza sentirá isso. A parte chata é que têm 3 meninas. E agora José? Parou pra pensar no cu da cobra que não é a vida desses dois? Eita Titia da boca suja!!!! Gentem!!! Têm casos que é assim mesmo tem que soltar uns palavõezinhos para exorcizar. Ai credo!!! Xô urucubaca!!!
Brincadeiras à parte, é ruim um fato deste entre casais, porque as crianças estão no meio do olho do furacão. Existem ex marido e ex mulher, mas não existem ex filhos, ex pais ex mães. Ou será que existe e esta tia jurássica não se atualizou ainda? Gentem!!! Meu casamento acabou numa audiência na Delegacia da Mulher, amparado pela Lei Maria da Penha. Eu tenho um gênio dos diabos e o meu ex não fica pra trás. No início ficamos inimigos mortais. Graças a Deus passamos a agir com maturidade e sentimos a necessidade de sentar, conversar e agir como pessoas civilizadas, não  por mim, nem por ele, porém pelo nosso filho. Meu ex, assim como eu é desapegado às coisas materiais, motivo pelo qual nunca brigamos por questões relacionadas a dinheiro. Decidimos em comum acordo compartilhar a guarda, as despesas e a educação do pequeno. Aprendemos a nos respeitar e a viver em paz.       E nos sentimos melhor assim.
Ninguém casa para separar. Casamos para ser feliz e fazer  o outro feliz também. Entretanto se não der certo e vier a separação tem que haver a aceitação do fato e, sobretudo entender que se tem criança na plateia o espetáculo tem que ser totalmente revisado,porque os filhos não têm culpa das nossas escolhas, no entanto são as principais vítimas do fim do relacionamento. Se você está passando por uma situação assim, assista o filme Uma Babá Quase Perfeita com o Robin Willians. É uma lição de vida. Você vai se emocionar e ver que para a criança é melhor ver os pais felizes separados que infelizes juntos. 
No mais,  torço pro meu amigo se entender  com sua ex para o bem deles e das três mocinhas lindas que colocaram no mundo com muito amor.
Um xero da Titia

2 comentários:

  1. Que relação complicada não ??
    Requer uma disposição de ambas as partes em prol do bem estar dos filhos e deles próprios.
    É uma arte!!
    Agradeço o doce das suas palavras lindona , eu amo tudo o que é simples .As coisas sofisticadas e muitas complicações só nos distraem , não é mesmo ??

    Com certeza vivemos em uma sociedade que é mais"ter " do que " ser " , e como vc bem disse, feliz de enxerga além !!

    Um fim de semana doce para ti !

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho amiga. Posso te chamar de amiga né? Pois já me sinto íntima. Sim é uma relação complicada e, sobretudo egoísta, pois não conseguem pensar no tesouro mais importante da vida que são nossos filhos. Ai amiga, tem gente que gosta de complicar. Ainda bem que não nós somos assim.
      Um xero da Titia.

      Excluir