sábado, 25 de fevereiro de 2012

Loucuras Capítulo Dois

Gentem!!! Hoje eu recebi uma notícia tão chata que me deixou mais pra baixo que umbigo de galinha. Canso de falar neste nosso espaço no quanto vale amar a si próprio e o quanto a auto estima é importante para qualquer ser humano. Pois bem, infelizmente muitas pessoas não conseguem agir assim e perdem completamente a razão por obsessão, paixão ou algum outro sentimento que desconheço, mas que com certeza nada tem a ver com o amor, porque o amor é o mais nobre dos sentimentos e só faz bem a quem o sente.
Vamos à história: tenho um primo muito querido que hoje foi desenganado pelos médicos, isso mesmo, a doença dele não tem cura,portanto só está esperando a hora da viagem. Sabe o que ele tem? Uma doença provocada pelo vício do alcoolismo. Ele foi um super profissional na sua área e tinha uma vida tranquila com esposa e duas filhas. Um dia a Lay, sua esposa, pediu o divórcio e ele, inconformado, passou a beber. Perdeu o trabalho, os amigos, o respeito dos familiares, o amor das filhas e por fim, a dignidade. Fazia anos que estava assim e ninguém conseguiu fazer com que mudasse de atitude, com que voltasse a ser o que fora um dia. Ai que tristeza! É duro ver alguém se acabar assim, sobretudo quando é um ente querido. Gentem!!! Se eu falar vocês não acreditam , mas esse cara, um dia foi a alegria da família; aquele  que fazia piada em velório, era palhaço por natureza. Uma pessoa super de bem com a vida. Sua filha mais velha chama-se Maria Bethânia. Sabe por que? Ele foi registrá-la com o nome de Diana Ross ( em homenagem à cantora  ) e o cara do cartório não aceitou, por tratar-se de um nome americano, então ele sem perder o senso de humor pediu que colocasse o nome da cantora baiana. A mulher quase o matou quando chegou em casa.  Este homem,quando perdeu a família, perdeu também a vontade de viver. Agora, só espera sua hora. Triste fim para alguém tão alto astral, tão pra cima. Nunca imaginei um troço desse com ele. É uma grande pena.
Mais uma vez a Titia vem aqui falar do perigo que é colocar a felicidade nas mãos de alguém. Na cilada que é dar as rédeas da própria vida a outro. Seja senhor do seu destino. Seja feliz apesar de tudo. Lembre-se que não se pode ter tudo sempre, mas sempre se pode ser feliz com o que se tem, visando sempre o que se pode ter, lutando por seus objetivos. Sempre.
Um xero da Titia.

Um comentário:

  1. Verdade,a gente tem que dar valor a vida e ir sempre em busca da nossa felicidade,pra sermos felizes dependemos de nós mesmos,da vontade de viver,errando,acertando,chorando,sorrindo,amando,
    se esforçando pra se recuperar de alguma decepção da vida,porque viver é isso. Os nossos problemas podem ser quase que insignificantes perto do problema de outras pessoas,que mesmo assim lutam pela sua vida e felicidade.

    ResponderExcluir