terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Loucuras

Gentem!!!! Fiquei chocada, digo, horrorizada com duas notícias monstruosas que vi na tv ontem e hoje respectivamente. Dois casos bárbaros. Sinceramente não gosto desses assuntos, pois nosso blog é para falar sobre amenidades,sobre bobagens mesmo,mas infelizmente ambos os casos dizem respeito a relacionamentos e, isso também é um tema constante no nosso espacinho. Bom, o primeiro caso foi o de uma louca desvairada que não aceitando o fim do casamento, jogou o filho de 6 anos do alto de um edifício e depois se jogou, dando cabo à sua vida e a do pequeno. O segundo caso é o do babaca que pelo mesmo motivo , a não aceitação do fim de um relacionamento, decidiu matar a esposa e se matar também, como se não bastasse ainda ateou fogo ao carro com os corpos dentro, ficando ambos carbonizados.
Que que é isso? Tudo, menos amor, pois quem ama não faz uma barbaridade dessa. Não sou psicóloga, nem tenho pretensão de compreender a alma humana,mas deve ser doença, é patológico, com certeza. Uma pessoa normal não faz uma loucura dessa. E não são casos isolados não. Vira e mexe alguém mata ou morre por relacionamentos que não deram certo. Deus me livre. Jesus me abane!!!
Por isso, cuidado com quem você se relaciona.Normalmente um doente desses mostra o que é logo de cara, mas nós, estamos tão cegos pelo amor que não vemos o defeito. De repente a pessoa é um ciumento dos infernos, mas nosso romantismo faz com que achemos até um charme, até que a paixão passa e vemos na enrascada que nos enfiamos, estamos dormindo com um maníaco compulsivo obsessivo capaz de sentir ciúme até da nossa própria sombra. Daí achamos que o cara mudou da noite pro dia; mentira! A cegueira da paixonite não nos permitiu enxergar o monstro por trás do príncipe, portanto fiquem atentas aos defeitos do seu ficante, porque eles não mudam ou desaparecem com o tempo, entendeu meu bem?
Outra coisa, beijar na boca é bom, transar é gostoso, se gozamos é melhor ainda, entretanto a vida não se resume só nisso. Triste do infeliz, ou da infeliz que só consegue ser completa com alguém do lado. Pior ainda quando só consegue ser completa com um determinado alguém; ou essa pessoa me ama, ou me jogo debaixo do trem. Então infeliz, se você pensa assim, morra diabo!!! Vai pros quintos dos infernos!!! Porque quem coloca a própria felicidade na mão de alguém merece morrer meeeeeesmo!! Agora, pelo o AMOR-DE-DEUS, morre sozinha, não mate e nem jogue uma criança inocente, nem toque fogo na outra pessoa. 
Agora, se você é assim e quer mudar, ótimo, comece procurando ajuda com um profissional competente, com certeza tem cura.
Lembre-se o amor não é possessivo, nem dramático, nem sufocante. O amor é leve, gostoso de sentir e só faz bem. 
Um xero da Titia

2 comentários:

  1. Que loucuras !
    Tem que ser assim mesmo pra dar certo pega e não se apega ! Aprendi isso.

    ResponderExcluir
  2. Aprendeu direitinho,hein?
    Um xero da Titia

    ResponderExcluir